Icons

  • julho 29, 2017

    Conhecendo: Armário-Cápsula

    Quem nunca teve a sensação de estar totalmente sem roupa pra vestir mesmo o armário estando cheinho de roupas, que atire a primeira pedra. Eu mesma me vi e ainda me vejo nessa situação inúmeras vezes, não posso negar. Mas posso dizer que com a leitura do livro da Marie Kondo + a prática da técnica do armário cápsula, esses dias ficarão no passado!
    conhecendo: armário cápsula
    imagem: stocksnap
    O termo armário-cápsula surgiu na década de 70, criado britânica Susie Faux. No entanto, foi através da Caroline Rector, do blog Un-Fancy, que a técnica se tornou uma mania mundial. A ideia é simples, consiste em montar um armário funcional, com peças atemporais que preferencialmente combinem entre si, usá-los por um determinado período de tempo (normalmente uma estação) e evitar adquirir novas peças. Para isso, é necessário reduzir a um número médio de 40 peças no guarda-roupa, somando partes de baixo (calça, saia, short, vestido e macacão), partes de cima, agasalhos e acessórios como bolsas e calçados.

    Pensando assim parece fácil, certo? Massss, não é tanto quanto aparenta. Requer determinação, foco, planejamento e mudança de comportamento. Afinal, reduzir o armário de toda uma vida a 40 peças para uma estação, é bastante desafiador. Contudo, olhando pelo lado positivo, a técnica não só funciona como facilita e muito a vida, principalmente para quem não tem tempo para pensar em combinações ou que, assim como eu, costuma pegar a primeira roupa que vê pela frente, rs.

    Para quem gostou da ideia, segue um mini passo a passo de como montar:

    como montar o seu armário cápsula

    É legal nesses primeiros três meses ficar com as peças que você já tem observando o que te agradou mais e tal. Vale também montar uma pastinha no pinterest com todas as inspirações possíveis que você acha que combinam com seu estilo, pois isso irá te ajudar a montar a identidade do teu estilo pessoal. E lembrando de evitar o máximo possível de fazer novas compras, pra não sair muito do propósito do projeto. Aproveite para juntar uma graninha nesses três meses e investir em peças mais duradouras quando for a época de trocar estação.

    Outra coisa interessante, é montar uma listinha dividindo-a em duas categorias: necessidades e desejos. Necessidade seria o que você realmente precisa, algum ítem primordial que você não tem e que está precisando pra ontem; Desejo é o que você identificou que gostaria que fizesse parte do seu armário mas não é algo tão urgente assim. Fazendo essa analogia, você não só economiza como também contribui com o ação slow fashion, que a gente consume menos e de forma mais consciente.

    Ah, e não é regra que pra montar um armário cápsula você precise usar só roupas básicas ou branco, preto, cinza, listrado e poá não, tá? Use e abuse das cores, estampas e tudo o que você se sentir bem e o que te fizer feliz. Claro que peças básicas dão mais possibilidade de ornar com estampas diversas, mas se você tem personalidade e costuma usar estampa com estampa, #sejoga!

    0 comentários:

    Deixe um comentário