Icons

  • dezembro 30, 2016

    GRATIDÃO é a palavra

    Sempre gostei de fazer textos reflexivos a respeito do ano que se encerra. Sempre que fiz, postava no facebook, marcava os amigos mais chegados, agradecia as conquistas mais divulgadas e também todos os erros que acabam se tornando aprendizado e lição. Esse ano, decidi fazer diferente! Como 2016 foi o ano que eu mais estive pertinho da blogsfera, e mesmo com as idas e vindas, decidi que poderia compartilhar com vocês por tudo o que sou grata e o que aprendi.
    imagem: pexels

    Posso dizer, que o universo foi muito bons comigo. De todas as reflexões que me lembro, nunca vivi de forma tão intensa, como nesse ciclo. É claro, digo isto não só pelas conquistas obtidas. De uma forma geral, aprendi e amadureci muito. Em todos os aspectos. É que as vezes a vida cobra umas mudanças radicais e, mesmo com medo e receio, no fim percebemos que tudo era para o nosso próprio bem.

    Esse grande ciclo eu já comecei aprendendo a dar mais valor ao pouco e simples. Me desapeguei de muitas coisas materiais que tornaram minha vida muito mais tranquila (conhece o armário cápsula?). Com a Marie Kondo e a Caroline do blog Un-fancy, aprendi que moda e estar na moda não é tudo na vida. Vale mais a pena ter poucas e boas peças no armário e ser feliz, do que ter infinitas opções e ser infeliz com elas. Inclusive, hoje tenho poucas peças no armário, porém todas muito queridas e que se combinam entre si. Posso até dizer que com essas mudanças, consegui me encontrar em algum estilo e aprendi a ser menos consumista. Hoje eu consigo sair no shopping e não torrar o cartão de crédito. Quando tenho necessidade de comprar alguma coisa, consigo pegar apenas o necessário ou, quando encontro, aquelas peças que eu estou desejando a tempos (para isso, fiz um caderninho e uma pasta no pinterest com as peças que eu acredito que se encaixem no meu novo estilo). E essa economia toda, me proporcionou coisas maravilhosas – e um estresse a menos todo dia que eu precisava me arrumar para trabalhar.

    Com essas escolhas, que já mudaram muita coisa, conheci o amor próprio e vi que tudo o que a gente precisa é levar uma vida que satisfaça a si próprio e que te deixe feliz. Aprendi que a gente não precisa usar maquiagem todo dia. Com isso, percebi que mesmo que sem nenhum cosmético, o meu reflexo no espelho é bonito sim – e, cada dia que passa tenho me visto mais bonita. E mesmo nos dias que a gente não está se sentindo muito bem, aprendi a permitir me dar um tempo de folga de mim mesma e assistir um filme, ler um livro, cuidar mais de mim, ouvir música, dançar, fazer coisas que eu goste e que me deixe bem...
    Toda essa imposição que a sociedade nos faz de seguir um padrão e de que temos que estar o tempo todo produzidas e alinhadas é a maior furada, não caia nela! Descubra-se! Cultive seu amor próprio e garanto que você passará a olhar o mundo com outros olhos.

    Aprendi a me colocar em primeiro lugar e a não aceitar nada que vá tirar minha paz ou interferir na minha própria felicidade. Consegui me desprender de um emprego que estava me fazendo mal psicologicamente e descobri a felicidade de trabalhar sozinha e com algo que eu gosto muito. Hoje, consigo absorver boas energia de pessoas felizes e aprender com o erro dos outros. Essa, talvez, tenha sido a lição maior que 2016 vai me deixar. Não tem porque se cobrar tanto e gastar tanta energia com coisas que não estão te fazendo bem. A melhor forma é se desprender e ser feliz.

    Superei meus medos e fiz uma viagem para outro estado totalmente sozinha e, tô viva! Conheci pessoas incríveis que vou levar pro resto da minha vida, não só por serem o que elas são, mas porque elas fizeram parte da realização de um sonho antigo: ir a um show da Demi Lovato.♥

    E aqui na blogsfera, aprendi a transformar todos os meus sentimentos em palavras e fazer textos que me proporcionaram comentários maravilhosos. Blogueiras que eu acompanho e que passei a acompanhar se tornaram amigas. Aqui arendi e reforcei a ideia que se eu tô na blogsfera é por amor. E foi nesse mundo que aprendi que tudo que a gente for fazer deve ser feito com amor... Não adianta me forçar a produzir conteúdo todo dia, se não estiver me satisfazendo ou se eu não estiver feliz com o resultado obtido. Blogar com amor, é a melhor forma de ser feliz aqui.

    OBRIGADA, 2016, por todos esses aprendizados e amadurecimento.

    Sigo leve e feliz para a chegada de 2017. Com a consciência tranquila, com a calma de quem acredita que deu o seu melhor de si em todas as ocasiões e com o coração transbordando alegria e felicidade, pois consegui me superar em muitos objetivos e realizei um sonho que nem estava nos planos.

    Que possamos ser ainda mais felizes, superar mais obstáculos, sonhar e realizar mais e, claro, aprender e amadurecer muito com esse próximo cliclo. Desejo a vocês, uma ótima passada de ano e muita positividade! Obrigada, até ano que vem! ♥

    Obs: comentem como foi o ano de vocês, vou adorar saber! Beijos :)

    1 comentários:

    1. Olá Re!
      Com você é linda... adorei o seu blog.
      O texto ficou ótimo e meu ano foi cheio de altos e baixos.
      Mas estou começando esse com boas expectativas. hahaha

      Estou seguindo aqui e nas redes sociais.
      Um beijão!

      www.bybruni.com.br

      ResponderExcluir