acompanhe nas redes

  • março 04, 2016

    O Ar que me Falta para Respirar

    Quase três meses se passaram. Se me perguntar o que eu fiz, não vou demorar nem exitar em te responder que: nada. Eu não fiz nada. Não viajei, não saí com minhas amigas, não fiz a tal faxina que tanto planejei, não redecorei o que queria, não fiz nada muito fora daquela minha rotina antissocial de: assistir séries, vez ou outra ler um livro, comer e dormir entre um episódio ou outro. E cá estamos nós outra vez.

    via reprodução
    Sem dó nem piedade, a rotina me puxou pelo pé mostrando que meus quase três meses de férias acabaram e que enfim eu deveria cair na real e voltar à correria. Não tem sido fácil, estou percebendo. Não imaginava que seria assim. Desacostumei, perdi o ritmo. Tem sido muita correria, pouco tempo entre uma tarefa e outra, pouquíssimo tempo pra me alimentar, estudar e tempo quase 0 pra respirar.

    Sou daquelas pessoas que além de sofrer de transtorno de ansiedade quer dar uma de valentona e sair por aí tomando frente de tudo, fazendo tudo sozinha, tomando as dores por todo mundo, me preocupando com o final sem antes nem ter começado. Tenho plena consciência de que meu gênio é bem difícil, que sou muito independente para querer resolver tudo e acabo não aceitando ajuda de ninguém. Fazer o que? Esse é meu jeito. Isso faz mal, eu sofro com isso e tenho que mudar, mas por enquanto, é o que temos pra hoje.

    Um conselho que me deram: vai com calma. Acrescenta na tua dieta mais chá de camomila e desacelera. Vive sem sofrer. Cê é muito nova pra estar cheia dessas preocupações, cheia dessa loucura que só um gerente lá nos seus trinta e poucos tem. A vida é muito curta pra se gastar tempo com suspiros amargos e noites mal dormidas. Aprende a dar tempo ao tempo e viver um dia de cada vez. Seja calmaria, respire mais antes de agir. Cê vai perceber que as coisas vão caminhando sozinhas e que não é necessário perder tanta energia com tudo. Pare de atropelar os processos naturais da vida. 

    Quando me disseram que fazer faculdade e trabalhar não seria uma tarefa fácil eu pensei "ah, estão só zelando por mim. Nem deve ser tudo isso não" mas caindo na real: é. É tudo isso e muito mais. As vezes dá vontade de jogar tudo pro alto e desistir de tudo, mas assim como os tantos memes que achamos por aí, eu preciso disso para minha vida. Enfim... O que eu quero dizer é que estou cansada, a rotina está apertada mas bem lá no fundinho nasce um orgulho infinito por eu estar dando conta de tudo, mesmo que exausta.

    Esse texto é só um desabafo de sexta-feira de um corpo cansado e uma mente exausta. Não é uma história com um desfecho costurado, afinal, a mente já não está funcionando muito bem pra isso. Me desculpe.

    8 comentários:

    1. Adorei esse texto, ficou muito espontâneo e com uma escrita muito leve. Me identifiquei muito, apesar de estar em uma situação diferente. Sempre quero fazer de tudo e sozinha, além do que dou conta. Mas como tu disse, apesar de exausta, é um motivo pra se orgulhar, conseguir fazer coisas desafiadoras. Espero que consiga conciliar as coisas e que dê tudo certo pra ti =)
      Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É difícil mesmo, Mari! Conciliar várias atividades juntas, mas a gente consegue. Obrigada pelo carinho!

        Excluir
    2. Estou me sentindo assim também, mas por causa da escola.
      Texto muito bom, parabéns ^-^.
      Espero que dê tudo certo pra você, viu?
      E o seu blog, é maravilhoso, amei.
      Beijos,
      http://princess-sonhadora.blogspot.com/
      Vídeo Novo, vem ver

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi gata, espero que esteja tudo bem agora, né?
        Obrigada pelo carinho tá!
        Beijão! <3

        Excluir
    3. Faz parte de um ciclo, vai passar, anote tudo o que você precisa fazer e priorize as grandes necessidades. Seu texto é maravilhoso! Beijos!!! http://charmosando.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada pela energia positiva Maria! Tudo passou e agora estou melhor, hahaha. Beijão

        Excluir
    4. Rotina de trabalho + estudo é pesado mesmo e não tem ninguém que pode nos substituir nesses dois lugares. Mas acho que a maior motivação é pensar que nem sempre vai ser assim, que lá adiante as coisas serão melhores. <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ô, e como! Só quem vive essa rotina sabe do quão pesado é! Tudo melhora, sempre. É só dar tempo ao tempo.
        Beijo <3

        Excluir